QUÍRON – ASPECTOS

QUÍRON-LUA
Você tem problemas de relacionamento com sua mãe: é possível que ela não tenha suprido suas necessidades no plano emocional; talvez tenha se ressentido da maternidade e tenha preferido fazer algo diferente; talvez tenha brotado em você um sentimento de rejeição ou abandono em alguma fase crítica de seu desenvolvimento; é provável que tenha assumido o papel de mãe muito cedo na vida, por alguma razão, porém antes de ter recebido amor materno suficiente; pode ter desempenhado o papel de mãe da própria mãe, ou ter cuidado de irmãos numa grande família.
Mais tarde, você pode tornar-se um super-pai, pois não se sente seguro emocionalmente de outra forma; pode tentar ser melhor que sua mãe; pode cuidar de pessoas idosas ou deficientes. Se este é o seu caso, é preciso buscar mais equilíbrio no desenvolvimento de sua personalidade, reconstruir seu senso de identidade, incluindo aspectos de sua natureza que deixou de lado em virtude de sua forte identificação com o papel de mãe.
Você tem capacidade de perceber as necessidades emocionais dos outros melhor que as suas próprias. Instintivamente sabe como suprir os outros daquilo que precisam para sentir-se satisfeitos, mas e você, quem vai satisfazer suas necessidades emocionais? Em conseqüência da pressão exercida pelas necessidades não satisfeitas, você pode tornar-se um manipulador e fazer o possível e o impossível para receber a atenção que você é incapaz de solicitar diretamente. Pode procurar uma figura materna com a esperança de que irá suprir suas necessidades em precisar dizer uma palavra, que é como você age com os outros. Você atrai pessoas que precisam de amor materno e só se sente forte quando assume a posição de cuidar dos outros. Talvez você acredite que sabe o que é melhor para os outros, e vai ficar muito surpreso ao constatar que sua presença é dispensável. Não é fácil deixar os outros serem aquilo que são ou permitir que cometam seus próprios erros.
Ser “mãe” dos outros prova a você mesmo seu próprio valor, mas sua auto-estima é baixa. Você pode adotar a posição inversa: rejeita a paternidade, e conscientemente não sente nenhum impulso paterno, tendo até mesmo dificuldade em divertir-se com bebês e crianças de pouca idade, bem como verdadeiro pavor de que alguém possa tornar-se dependente de você. Quando o instinto paterno é rejeitado ou bloqueado, não desaparece, porém torna-se inconsciente e, posteriormente, capaz de manifestar-se de modo exagerado.
Você é muito emotivo, e algumas vezes acusa os outros de serem insensíveis. Além disso, pode oprimir os outros e arruinar relacionamentos em conseqüência de acessos de emoção; em geral, seu comportamento emocionalmente exigente tem origem na infância; você ainda reage com muita raiva à dor causada por uma carência de amor materno. Cuide para não buscar na comida o amor que falta.
Anseia viver em harmonia com a mãe e fazê-la feliz, mesmo que, para isso, deva transformar-se no tipo de homem que ela gostaria que fosse - talvez o substituto de um marido. Podem ser dominados por um estado de melancolia, ter tendência à manipulação emocional e hostilidade velada ou manifesta para com as mulheres, adotando a postura de machão. Mais tarde, escolhe relacionamentos em que exercem o papel de mãe, seja num relacionamento profissional, de amizade ou num casamento.
Você tem a capacidade de saber o que os outros sentem, que mágoas tem, quais as fraquezas, seus talentos e pontos fortes, suas necessidades e desejos. Por isso é capaz de compreender melhor as pessoas ao seu redor. Deve procurar cuidar-se quanto às influencias mentais das pessoas, pois você tende a absorver essas energias que acabam interferindo com as suas. Tenha pensamentos positivos, evite pensamentos deprimentes, maldosos, a mentira, o embuste, pois a manutenção de elevado nível de pensamento o torna imune às influencias negativas que fluem dos que o cercam. Muito cuidado com as drogas de qualquer natureza, você é demasiado sensível e poderá arrepender-se das conseqüências de seu uso.

QUÍRON-SOL
Você não se sente no centro do seu universo; por isso pode fazer outra pessoa o seu centro, apoiando seus interesses e ajudando-a a brilhar, nutrindo seus talentos, promovendo a auto-expressão dos outros. Porém, deprecia seu próprio valor, se consola em ser apenas a sombra do outro, fomentando sentimentos de desespero e inveja.
Você pode ser carismático e brilhar intensamente, conseguindo ser o centro das atenções, ser amado e admirado por inúmeras pessoas, entretanto, não pode reconhecer nem usufruir esse carisma. Isto se deve ao fato de, na infância, não ter sido o centro da vida de seus pais, ou seus pais podem ter sido um tanto infantis, exigindo de você o reconhecimento do valor deles; você pode não ter sido aceito como é, e muito cedo aprendeu a sobreviver agradando a outras pessoas, refletindo suas aspirações e sendo apenas aquilo que elas querem. Pode assumir muitas personalidades diferentes, porém, sente-se alienado, independente da posição de destaque que consiga alcançar, sentindo-se como impostor.
Pode sentir necessidade de se exibir, tendo a impressão de só ser real quando se encontra em destaque; pode ser muito sensível a críticas ou confrontações que procura evitar; por outro lado pode ter medo de brilhar por se lembrar de situações em que não foi aceito.
Pode ser autoritário, desejando obter controle sobre a vida e sobre todas as pessoas com as quais estabeleça contato. Pode ser obstinado, inflexível e insolente, tendo sempre a necessidade de ter razão. É preciso enfrentar esse lado controlador e destrutivo de sua personalidade, embora seja difícil, porque reflete apenas sua insegurança. O lado bom deste aspecto é que você tem capacidade de lutar por aquilo que quer na vida e atingir seu propósito. É possível que tenha qualidades naturais de liderança, uma vez que as pessoas demonstrem interesse pelos seus nobres propósitos.
A imagem do pai é influente na sua vida por ele ter sido fraco, doente, impotente, ausente, frágil, agressivo, violento , grosseiro - ou pelo menos percebido dessa maneira. Mais raramente, o pai é influente por ser um mentor espiritual, guru e guia, um sábio que fornece apoio e estimula o crescimento individual. Neste caso, o filho pode sentir-se incapaz de competir com o pai, podendo inclusive rejeitar os atributos positivos herdados.
Pode sentir-se responsável por resolver problemas de seus pais; outros têm aptidão para assumir uma imagem paterna positiva, tenham ou não seus próprios filhos; outros podem trabalhar com crianças, facilitar a criatividade ou ajudar a estimular a formação da individualidade de outras pessoas ao discutir metas e objetivos, assumindo uma posição de respeito e distanciamento emocional.
Lembre-se que sua missão não é brilhar apenas para si mesmo, porém para a maior glória de Deus.

Pode ter um senso inato de seu destino, mas pode acha-lo inatingível. É altamente criativo e precoce, mas muitas vezes é insatisfeito consigo e com suas realizações. Por volta dos 40 anos pode sentir desbloqueios que ajudarão seu crescimento espiritual e profissional. Atividades que ensinam a comunidade os valores espirituais e o respeito pela natureza ajudam a sentir-se melhor.

QUÍRON-MERCURIO
Você não faz o papel de bobo e tem a capacidade de enxergar aquilo que se encontra por trás das falsas aparências. Pode deleitar-se em humilhar as pessoas com comentários oportunos que derrubam a fachada. Além disso, pode invejar às vezes a lucidez, a ostentação e sofisticação dos outros. Mas, também, pode descobrir que é alvo de comentários ofensivos. Gosta de ser aquele que recusa aderir, aquele que sempre encontra um pretexto para estragar o prazer alheio. Pode estar sempre procurando uma história picante que irá denegrir a imagem brilhante de alguém.
Você pode se tornar um comunicador poderoso, um músico, um mímico, um escritor, locutor, jornalista ou professor. Você gosta de desafiar as pessoas a desenvolver sua percepção e auto-reflexão, ou pode acreditar que tem importantes informações a comunicar. Pode farejar as controvérsias e ter prazer em instigá-las. Tem habilidade inata para línguas. Você é dotado de uma mente intuitiva aguçada que, se tiver oportunidade de se expressar, poderá demonstrar muito talento e originalidade de percepção. Tem capacidade de chegar ao âmago do assunto, podendo ser excelente mediador ou argumentador. Gosta de questões controvertidas, apresenta pontos de vista originais e propõe soluções surpreendentes, vê o óbvio onde os outros não vêem. Você é útil para ajudar os outros a esclarecer os pensamentos e estimular a capacidade de comunicação.
Você pode ter tido dificuldades na escola. Seu talento para a comunicação pode não se manifestar de forma tão pronunciada na expressão verbal e no campo racional, porém em áreas que dizem respeito aos sentimentos ou ao lado intuitivo e não-racional da vida. Pode ter medo e sentir-se confuso ao tentar passar seus pensamentos para o papel ou expressá-los em palavras. Seus próprios pensamentos podem permanecer ocultos, mergulhados num estado de caos mental, o que, a princípio, pode ser assustador, já que resiste a expressar-se de modo lógico. Sua mente é criativa, por isso não obedece à ordem comum, se você assumir o risco, os resultados são quase sempre verdadeiramente extraordinários.
No entanto, você pode ser o tipo dotado de pensamento lógico e lúcido e possuir capacidade de criar ordem dentro de uma confusão de impressões e informações recebidas dos sentidos. Você tem acuidade mental e pode estudar assuntos esotéricos ou pouco conhecidos.
Pode ter a capacidade de suportar conflitos mentais e aceitar paradoxos sem considerá-los perturbadores; você é capaz de apreciar o absurdo. Você pode ter um senso de humor cáustico. Seu humor pode encobrir algum temor a respeito de sentimentos profundos e intimidade pessoal. Tudo pode ser objeto de uma observação espirituosa ou de um comentário simples, mas penetrante; o humor pode liberar as emoções e romper qualquer impasse; ajuda-o a relaxar e a ver sua própria loucura; é comum o humor incluir crítica social e política; o humor pode ter a finalidade de despertar a consciência, educar as pessoas e ridicularizar os costumes, preconceitos e instituições. O humor pode ser uma profissão para você.

Tem boa capacidade intuitiva, trabalha bem com os hemisférios direito e esquerdo do cérebro e acelera níveis profundos da mente. Capacidade de ler as mentes com facilidade. Potencial esse que facilita as atividades onde é preciso lidar com o público, pois conhece os desejos, intenções, tendências morais etc., facilitando muito o relacionamento e compreensão. Essa sua faculdade possibilita influenciar as pessoas em seu modo de pensar, facilitando seu trabalho caso seja um vendedor, pregador, professor ou atividades onde o ato de convencer seja necessário. Mas cuidado com essa prática, pois todos somos responsáveis por influências que fazemos sobre os demais. Seja honesto e não faça aos outros o que não desejaria que fosse feito à você.
Se tiver treinamento específico pode chegar a ser um Mago, mas a responsabilidade sobre seus atos cresce ainda mais! Pode usar seus dons ajudando os demais, emitindo pensamentos positivos, amorosos, de aceitação e compreensão para as pessoas, desejar que se curem, incutindo nessas pessoas sentimentos de segurança e bem estar. Atividades onde o ensinamento, a ajuda e a cura das pessoas seja o objetivo central são favoráveis para você, pois terá oportunidade de canalizar seus dons e a liberar-se dessa energia mental, tornando-a mais fluida e atuante.

QUÍRON-VENUS
Você pode ver a beleza onde outros não a percebem, bem como dar valor àquilo que desprezam ou consideram como feio ou inútil. Seus valores são absolutamente pessoais, e você se apega a eles com intensidade dando-lhes até um encaminhamento filosófico ou político, levando-o a defender os direitos da mulher ou a tolerância racial, ou ser ardente defensor das artes. Busca algo ou alguém de grande beleza e valor, ou talvez esteja à procura de riqueza, fascinação ou de romance duradouro. É comum você encontrar pessoas que num primeiro momento já lhe parecem íntimas, isto porque você tem o dom de entrever outras dimensões da consciência, tais como vidas passadas. Encontra inspiração e descobre quais serão as próximas etapas de sua vida através de encontros intensos e sincrônicos com pessoas que lhe trazem novas idéias, fornecem sugestões, propiciam insights ou estabelecem contatos profissionais. Entretanto, pode não se dar conta de que também faz exatamente o mesmo pelos outros, nem percebe o quanto é estimado por eles. Os tipos de relacionamento mais importantes em sua vida não são os que levam ao casamento ou à criação de filhos, mas quase sempre aqueles que estimulam a inspiração artística ou o crescimento pessoal.
Você é muito sensível à falta de harmonia entre as pessoas e pode se envolver em suas brigas e delas participar, mesmo que não tenha nada a ver com você. Isto porque na infância pode ter sido necessário assumir o papel de pacificador e de mediador entre pais que brigavam, entre irmãos rivais ou outros parentes com pontos de vista incompatíveis, ou pode ter sido pressionado a tomar o partido de um dos pais num divórcio ou numa separação. Seria interessante renunciar a esse tipo de empenho, pois é difícil suportar o conflito, e talvez você esteja em busca de um nível de harmonia que é irrealista e impossível de atingir. Também pode permanecer em relacionamentos conflituosos, ferindo-se muito, na esperança de conseguir um dia a harmonia desejada.
Você deve aprender a defender e assumir seus próprios valores nos relacionamentos, pois corre o risco de abrir mão do que lhe é importante, para adotar valores da parceira e seguir o caminho dela.
Deve se empenhar em perceber o que realmente é um relacionamento para poder superar idealizações. Cuidado para não exigir dos outros que sejam mais sinceros do que pretende ser com eles, ou ver as pessoas como espelhos de si mesmo e sentir dificuldade em aceitar as diferenças observadas. Apesar de você ansiar por atingir uma harmonia com as pessoas, os outros podem considerá-lo opressivo; se for desatento ao impacto que causa sobre os demais, será incapaz de lidar com as consequências. Incuravelmente romântico, sente-se isolado e sofre decepção quando a vida real não corresponde a seus elevados ideais. Sente-se atraído por amigos ou amantes quando, nas verdade, é seu próprio idealismo que o engana com impossíveis padrões de harmonia: você anda à procura de pessoas inatingíveis e deleita-se com os dramas, com as situações impossíveis, as tragédias e amores não correspondidos, mesmo que lhe cause dor. Roberto Johnson declarou: “um dos grandes paradoxos do amor romântico é que ele nunca produz qualquer relacionamento humano enquanto permanece romântico.” Se você ignorar sentimentos difíceis e complexos em nome da harmonia de um relacionamento perfeito, quase sempre pode desencadear desastres emocionais.
Você precisa aprender a lidar com o lado escuro dos relacionamentos: competição sexual, manipulação emocional e a luta oculta pelo poder. Enquanto não aprender isso, estará sujeito à exploração emocional, sexual e financeira. É importante você localizar dentro de você seu próprio lado escuro: você sabe manipular os sentimentos dos outros, consegue causar inimizades entre pessoas, pode ser muito dominador, sabe dar um jeito de controlar os relacionamentos esquivando-se sutilmente de qualquer compromisso. Pode ser atraído por pessoas bonitas e invejar as que são ricas, sedutoras ou famosas pelos seus talentos artísticos. Pode ser vaidoso e obcecado com sua aparência física, cuidando muito das roupas, se alarmando com qualquer sinal de envelhecimento. Secretamente pode sentir prazer em provocar inveja nos outros, e utilizar sua beleza, seus dons artísticos e sua sexualidade como armas.
Por outro lado, pode ser incapaz de apreciar seus próprios talentos ou sua beleza, independentemente do que os outros possam dizer. Pode temer a inveja de outras pessoas e não ser capaz de desfrutar do mundo dos sentidos.
Você é sujeito a ter grandes decepções amorosas. Sofrerá mais de uma vez as consequências de transformar alguém no centro de seu universo; quando é abandonado por essa pessoa, deve reconstruir sua vida a partir do zero, sofrendo um doloroso período de provações internas. As decepções serão tão grandes quanto for o seu sonho idealizado.
Aparentemente foge de mulheres que desejam adquirir sua própria individualidade. Prefere mulheres dóceis e recatadas, mas vai descobrir que mais cedo ou mais tarde vai se deparar com uma mulher poderosa, magnética e sensual. O relacionamento pode ser de mútua cautela ou de apaixonado envolvimento e admiração. Ela é quase sempre mantida a uma distância segura, sendo considerada mais como amiga e confidente do que como amante. Você tem bom gosto, veste-se com elegância, é sensível à beleza, gosta de ser visto nos melhores lugares. Sua mulher deve usar bons perfumes e ser cuidadosa com a aparência, e deve se mostrar sensual e magnética, mas sem assustá-lo. Mas não deve ser maternal. Você admira a beleza feminina, é um parceiro muito bom para mulheres que desejam ser auto-suficientes e, ao mesmo tempo, intensamente femininas.
Tem talentos criativos e artísticos.

Tende a se sacrificar pelo amado, ser devotado, podendo chegar a se escravizar à uma amor, como se o relacionamento fosse algo sagrado, digno de um altar. Deve entender que esse nível amoroso não se adapta aos relacionamentos terrenos, que acabará sendo incompreendido e correndo o risco de sofrer por essa incompreensão ou ficar sozinho. Pode acontecer de você sentir dificuldades nos ajustamentos sexuais tendo dificuldade em desempenhar seu papel determinado pela sociedade, ou seja preferir atividades que geralmente são atribuídas ao sexo oposto ao seu. Felizmente hoje os preconceitos são menores e já é comum ver-se mulheres executivas, jogadoras de futebol, ou homens trabalhando como babás, cabeleireiros, costureiros, etc., e geralmente acabam desempenhando essas funções de modo muito melhor que o costumeiro e acabam chegando à fama por seu trabalho de qualidade superior. Podendo assim equilibrar suas energias sexuais de modo prático e exercendo atividades em que são mais adaptados.
Seu modo de amar é mais etéreo que o da maioria das pessoas, você ama de modo muito mais espiritual que físico, por isso é muitas vezes incompreendido por suas escolhas amorosas e por sua devoção ao par. Sentira menor pressão se puder encontrar um par com características semelhantes às suas.

QUÍRON-MARTE
Se o ambiente de sua casa na infância era um campo de batalha no qual se travavam lutas francas ou dissimuladas, talvez você tenha tomado a decisão de “nunca ser assim”. Então pode ter crescido com o temor de que o poder de destruição possa mais uma vez manifestar-se, e ter-se tornado excessivamente circunspecto e ter rejeitado seu lado infantil, suprimindo sua capacidade de auto-afirmação, a expressão saudável da raiva e o desejo de conquista e domínio de sua vida. Se cresceu com medo de qualquer tipo de confrontação e sem consciência de sua própria raiva e teimosia, pode agora se envolver na agressão dos outros.
Você pode controlar situações que lhe causam raiva e onde você não consegue agredir de volta, fazendo o papel de desamparado, de vítima, ficando amuado, cultivando a arte de aborrecer e provocar os outros de forma sutil ou direta. Essa agressão passiva atrai, por sua vez, a agressividade dos outros, e você, como vítima não encontra explicação para isso.
Se você não for capaz de trabalhar pela sua auto-afirmação, por desenvolver uma ação direta, por responder a desafios, poderá encontrar dificuldade em saber o que quer na vida, tenderá a ficar apático, passivo-agressivo, e ressentido. Pode adoecer como forma de controlar os outros, como válvula de escape para sua raiva reprimida, ou pode desencadear situações cuja negatividade foi aumentando progressivamente por você não ter assumido uma posição ou por não ter expressado seus sentimentos.
Você deve aprender como funciona a agressividade, obstinação e destrutividade inconsciente, tanto em você como nos outros, uma vez que vai viver entrando em contato com isso. É preciso desenvolver a capacidade de mediar conflitos e refletir antes de tomar qualquer decisão. Com o tempo, poderá se tornar uma pessoa com ações positivas, disciplinada e cheia de realizações, franco, líder e dinâmico.
Talvez seja do tipo que quer que sua vontade e desejos sejam satisfeitos como se fosse um bebê, ser alguém que amedronta as pessoas ou os amantes com petulância, mau humor e crueldade; que exerce controle severo sobre seus subalternos, não se reconcilia nem negocia com inimigos. Não se esqueça, então, que esta é uma fachada para esconder sua insegurança. Talvez você tenha uma necessidade de realização impaciente e compulsiva que não o leva a sentir-se realizado e produtivo, mas que amplia seus recursos e provoca frustração e até mesmo doença. Se procurar entender o que está por trás desta atitude, talvez venha a descobrir que seu objetivo inconsciente é potencialmente autodestrutivo, constituindo-se numa empreitada inútil ou impossível que é melhor abandonar. A necessidade de querer ser o primeiro, ser o melhor e o único, estão quase sempre intimamente unidas e um desejo de castigar os outros: “Vou lhes mostrar”.
As fantasias ocultas de onipotência e de conquistas grandiosas, quando desenterradas, podem propiciar a você escolhas conscientes do que você quer e de como usar sua energia, em vez de ser compulsivamente impelido além de seu limite, tendo posteriormente que enfrentar as consequências de seus atos.
Você deve se acostumar a não ser amado por todos, e algumas vezes, a ter inimigos. É necessário ter um forte sentido de auto-estima, uma vez que encontrará oposições, hostilidades sub-reptícias ou francas e rivalidades. É preciso descobrir o que realmente quer e partir para a conquista, valorizar sua própria capacidade de realização, de atuações positivas e decisões apropriadas. Deve desenvolver a capacidade de defrontar-se diretamente com outras pessoas e resolver com tato situações melindrosas, não cedendo a subterfúgios nos relacionamentos. Desenvolva o poder de transmitir poderes a outras pessoas, ajudando-as a esclarecer o que desejam, a formular uma direção de vida e a mobilizar suas energias para atingir o sucesso.
Pode dissimular sua sensibilidade, assumindo o papel de machão, ou ter uma aparência dócil, culta e refinada, atraindo poderosas mulheres que tomam conta deles. A mulher que cair nesta armadilha, terá que lutar com sua agressividade inconsciente.

Procure equilibrar suas energias agressivas desenvolvendo atividades onde possa esgota-las. No passado as pessoas exerciam diariamente atividades onde as energias físicas eram necessárias, rachavam lenha para a cozinha, caçavam animais, caminhavam muito para trabalhar, caçar ou coletar água, em fim tinham uma atividade física intensa, que contribuía para o equilíbrio energético, hoje com tanta tecnologia, basta apertar um botão e o fogo acende instantaneamente, e nós ficamos com nossas energias represadas. Pessoas como você precisam atividades para drenar parte da energia. Pode escolher atividades tanto para o trabalho, para o esporte ou um hobby, desde que despenda energias nessa escolha. Atletismo, natação, carregador, boxer, ou o que imaginar. Atividades onde ocorrem competições também ajudam muito, pois a energia do guerreiro que há em você é canalizada adequadamente, mas lembre-se, não se ganha sempre, lembre que desenvolve essa atividade para estar bem física e emocionalmente, encare a disputa como terapêutica.

QUÍRON-JUPITER
Tendências messiânicas, está sempre em busca de explicações indefiníveis, de alguma panacéia ou de uma verdade definitiva. Pode alimentar grandes esperanças ou ter aspirações grandiosas. É importante compreender que não vai poder deter sozinho a corrida armamentista ou acabar com a fome no mundo. É preferível tomar consciência de suas próprias necessidades e cuidar delas, por exemplo: se ignora sua natureza animal ou dela abusou, não adianta sair defendendo os direitos dos animais; se está dividido internamente, lutando contra si próprio, não adianta lutar contra o racismo; se tiver medo de sua própria agressividade reprimida, não adianta protestar contra a violência das ruas.
Isto não significa que seu trabalho em prol da comunidade não seja válido, mas não exagere, esquecendo-se de você mesmo. A citação de D.H.Lawrence talvez lhe sirva de ajuda: “sobrevivi à minha missão e nada mais sei a respeito dela... o mestre e o salvador estão mortos dentro de mim; agora posso cuidar do meu trabalho, da minha vida... Queria ir além dos limites impostos pelas minhas mãos e pelos meus pés, e traí a mim mesmo... assim, morri e agora conheço meus próprios limites.”
O fator crucial reside em sua disposição para refletir profundamente sobre as experiências vividas e ponderar sua expansão com calma e introversão, a fim de poder adquirir uma síntese interna. Só assim não se sentirá traído ou fracassado.
Quase sempre você é salvo por uma extraordinária graça divina que se manifesta em sua vida; algum fator novo sempre surge quando tudo parece estar perdido. Você pode se considerar uma pessoa especial, favorecido e querido dos deuses. A princípio, pode adquirir muitas coisas boas na vida com a sua inabalável crença interna de que as merece, porém o brusco despertar para a conscientização de seus limites mortais é acompanhado de um sentimento de raiva e indignação.
As situações de infortúnio podem abalá-lo sobremaneira, pois não está preparado para enfrentá-las; seu otimismo ilimitado transforma-se em desespero e na crença de que é perseguido pelo azar quando as coisas não ocorrem como espera. No entanto, é dotado de grande capacidade de se recuperar de doenças, tragédias pessoais e crises de fé
Pode ter capacidade de ensinar as pessoas, bem como inspirá-las e ajudá-las no processo de encontrar algum sentido em suas vidas. Pode ter o dom de alcançar uma visão geral de qualquer situação, bem como a capacidade de trazer à luz o que de melhor têm as pessoas, incluindo seus verdadeiros desejos e aspirações.
Você pode ser demasiado otimista por ter nascido numa família ou numa cultura em que qualquer sinal de depressão ou de tristeza é imediatamente descartado e banido com pensamentos positivos ou rejeitado e substituído por alguma distração. É preciso aprender a valorizar o lado mais sombrio, depressivo e mal humorado de seu ser.
O contrário pode ter ocorrido: você ter uma ferida no seu sentido de esperança, otimismo e confiança na abundância de possibilidades que a vida lhe oferece. Quando criança, seus sentimentos expansivos de generosidade e de otimismo podem ter sido esmagados, e em consequência, foram soterrados. Seus pais podem ter nutrido grandes expectativas que foram frustradas; talvez perdido fortuna ou tenham se sentido perseguidos pela má sorte. Você pode ter sido admoestado por ser muito alegre e despreocupado - os fundamentos religiosos de seus pais podem ter sido demasiado repressivos e rigorosos para que você pudesse se sentir à vontade. Também podem ter sido ateus, sem nenhuma tradição religiosa, neste caso talvez você carregue as aspirações religiosas inconscientes e reprimidas de seus ancestrais. A consequência é uma busca longa, talvez repetidas decepções, antes de ser capaz de redescobrir sua autoridade espiritual interna, podendo até tornar-se um guia espiritual para outras pessoas. Ouça seu Mestre Interno.
Pode acontecer de você desenvolver uma arrogância constante, como se fosse o reservatório do conhecimento Universal, pode chegar a julgar este mundo tão insignificante que chega ao ponto de isolar-se de tudo e de todos e quando é forçado a integrar-se se comporta como se andasse entre seres imperfeitos, pobres mortais, olhando todos de cima. Não dá atenção ao que as pessoas falam e quando é questionado sobre seu conhecimento interno, tem dificuldade em expressar-se, pois você mesmo não tem conhecimento de onde vem tudo o que sabe interiormente e tão pouco explicar seu conhecimento. Ou seja seu mundo interno é rico de saber que não consegue usar ou dividir com os demais. Tende a se interessar por culturas antigas, ou por extra-terrestres na busca de compreender seu mundo interior, buscando pares que sintam e saibam o mesmo que você. Procure integrar-se mais, aceitar com mais humildade o mundo onde está, analise seus conhecimentos internos buscando entender os fenômenos que ocorrem em sua volta, estude os temas de conhecimento profundo e naturalmente sentirá que pode organizar seu saber interno, ame com fraternidade a comunidade onde vive, pois ninguém está no lugar errado, motivos existem para que tudo aconteça no Cosmo, e você sabe disso, aceite sua condição atual de sábio desmemoriado, pois só assim conseguirá recuperar seu conhecimento interno e distribuí-lo entre os que hoje convivem com você. O conhecimento só tem valor quando é usado para o bem comum, do contrário não passa de bagagem morta, árvore estéril. A comunidade que está se formando agora está ávida por conhecimentos como o seu, e na hora certa aparecerão as oportunidades para passá-los aos demais.

QUÍRON-SATURNO
Você tende a ser rígido, cheio de receios e crítico, tanto em relação a si mesmo quanto aos outros; ou tende a ser deprimido, inseguro e incapaz de atuar no mundo. Esses problemas são causados por uma atitude irreal na avaliação dos limites necessários à vida humana.
A imagem do pai adquire uma importância exagerada; ele pode ter padecido de alguma doença física ou mental e é possível que tenha sido fraco ou carente de alguma forma, necessitando de cuidados ou de redenção. É também possível que tenha desempenhado o papel de um pequeno tirano. Se em decorrência, você não sabe avaliar adequadamente o que pode e não pode na vida, é provável que seja profundamente inseguro. Talvez sua natureza rebelde não tenha sido contida de modo saudável, ou a educação que recebeu tenha sido de tipo autoritário.
De qualquer modo, pode envelhecer antes do tempo e assumir uma postura séria desde uma idade muito tenra, devendo, por uma razão ou outra, desempenhar o papel de pai para si próprio.
O pai pode ter sido aquele que fere, persegue ou domina, deixando na criança um sentimento de medo e ódio. Há possibilidade de você rejeitar seu pai: pode fugir de sua pobreza, de sua violência ou das esmagadoras restrições que ele impõe, para finalmente descobrir que este “pai” o persegue em todos os lugares - tanto nos relacionamentos com figuras de autoridade quanto nos relacionamentos pessoais.
Ao esforçar-se por ser diferente, você pode viver os potenciais não vivenciados por seu pai, tentando inconscientemente redimi-lo ao concretizar suas ambições não-realizadas ou seus desejos inconscientes.
Analise as características psicológicas de seus antepassados do lado paterno da família. Você pode descobrir que está seguindo cegamente um caminho ancestral herdado, passível de levá-lo ao fracasso e produzir resultados desastrosos; pode estar levando uma vida estruturada em escolhas feitas há várias gerações, seguindo inconscientemente os passos de seu pai. Pode descobrir que um de seus propósitos é redimir uma herança negativa do lado paterno da família, podendo encontrar cargas, responsabilidades ou “esqueletos dependurados no armário”. Algumas pessoas lutam com esses fantasmas durante toda a vida; outras têm a oportunidade de pô-los em liberdade e reconhecer que o passado não pode ser dissolvido.
Por outro lado, pode herdar qualidades positivas: a sua conexão com as aspirações e os valores de seus antepassados pode lhe proporcionar uma sensação de considerável conforto, bem como um sentimento de proteção interna. É preciso reconhecer a importância da continuidade ancestral e de um relacionamento criativo com o seu passado, pois intensifica seu sentimento de participação na história e no tempo.
Se para você Deus é uma figura masculina que julga e condena, alguém que zela por você a fim de que não caia em erro, e se você cometer alguma transgressão será castigado; se devido ao pecado original a própria criação é considerada culpável, então sentirá que precisa ser redimido e salvo de sua “perversidade” e estará constantemente envolvido em autojustificativas. Precisará eliminar o sentimento de culpa,
a fim de aplacar sua violência e recuperar os fragmentos de sua auto-estima; ou pode achar que deve ser castigado para que possa manter a sua honra. Esse roteiro de julgamento e culpa, se não for exteriorizado, pode manter-se internamente na sua mente, e você pode condenar a si mesmo e/ou a suas criações. Seus mecanismos de controle podem trabalhar durante períodos excessivos de tempo, resultando em períodos agonizantes de esterilidade criativa, depressão e medo. Mas também existe a possibilidade de conter este processo em lugar de tentar livrar-se dele: essa atitude pode ser acompanhada de compaixão e de criatividade, como a Idade de Ouro de sua vida.
Há indícios de um superego forte que critica e menospreza, zombando de tudo aquilo que você tenta fazer. Com frequência esta voz é inconsciente e projetada em parceiros, nos pais, na sociedade ou em qualquer outro alvo apropriado, e então, você tentará lutar contra essa autoridade externa. Seu efeito pode ser paralisante, deixando-o deprimido e incapaz de desfrutar a vida ou imaginar algo melhor para si mesmo. Impelido por seu senso ferido de valor interno, pode se transformar no “cara simpático” e seguir o exemplo dos outros. Pode ficar preocupado com aparências, prestígio, sucesso e status. Seu relacionamento com o mundo físico pode ser difícil: pode sofrer desastres súbitos, moléstias e fracassos e experimentar sentimentos de incapacitação ou impotência. Todavia é importante considerar o que está subjacente: as repetidas tentativas no sentido de que as coisas dêem certo quase sempre estão fadadas ao fracasso se os problemas de autocrítica e falta de auto-estima não forem gradualmente trazidos à luz com compaixão.
Há vulnerabilidade e frágil capacidade de defesa, tornando difícil a expressão de sentimentos de necessidade emocional. É provável que nunca consiga se aproximar de outras pessoas sem estar emocionalmente protegido com uma armadura; por outro lado, quando sozinho, sente-se dolorosamente vulnerável e deseja que essa dor seja percebida. Pode ter uma aparência agressivamente auto-suficiente, capaz e independente, entretanto, sofre colapsos periódicos relacionados à sua ambição, capacidade de trabalho ou senso interno de coerência. Você tem dificuldade de pensar que as coisas poderiam ser diferentes. Fecha-se para se proteger, e nunca se abre para receber o que precisa.
Você deve enfrentar seu medo interno, rigidez e sentimento de desprezo pelos outros, bem como sua atitude herdada ou coletiva de repressão e ultraconservadorismo; pode ficar profundamente envergonhado quando descobrir pela primeira vez essas qualidades dentro de si. Pode impingi-las aos outros, negá-las ou ficar indignado com plena razão; culpar o governo, a gripe ou seu horóscopo, não adianta, você estará lutando com o opressor que vive dentro de você. Entretanto, se esse comportamento puder ser honestamente incluído como parte de seu caráter, sem torná-lo pior por exigir mudança e transformação, você poderá constatar que ele lhe outorga uma medida de liberdade interna, bem como a sensação de estar muito mais à vontade no mundo da forma.
Embora possa carregar uma sub-personalidade tirana, é possível reconhecer que ela não representa tudo aquilo que você é, pode aceitá-la com humildade e, assim, não oprimir os outros com ela. Olhe tudo isso com humor e compaixão, então terá conquistado um senso descontraído e natural de autoridade. Não se tratará mais da autoridade associada à riqueza, ao status, à profissão ou realização; representará muito mais a dignidade, conquistada com dificuldade, de alguém que enfrentou as profundezas de sua alma, de sua sombra e desespero, bem como de suas expectativas e alegrias, que cresceu com um senso de sabedoria e aceitação da vida e que está disposto a assumir suas responsabilidades. O Ser Interno Sábio virá à tona, respeitará a tradição e os limites, porém não se identificará com eles; a sabedoria é adquirida através da disciplina de uma plena participação na vida mais do que através de um isolamento.

Tende a não aceitar naturalmente sua capacidade intuitiva, busca sempre respostas racionais para suas conclusões analisando-as sempre pelo prisma crítico e técnico.
Tem dentro de você a imagem do pai, pode escolher uma atividade onde represente um pai, ou chefe do grupo, seja através da religião, como pastor, padre, guru, no esporte como treinador de um time, líder comunitário, partidário, líder de grupos discriminados, atividades assintenciais ou algo do gênero. Pode ocorrer de dedicar-se tanto ao grupo escolhido que acaba negligenciando seu papel natural de pai , deixando os filhos sem a orientação que deveriam receber de você.

QUÍRON-URANO
Grande desejo de libertar-se de repressões, sobretudo no nível dos relacionamentos. Está disposto a fazer súbitas mudanças e a cortar relações e interromper carreiras; também pode estar sujeito a acontecimentos externos inesperados e quase sempre inoportunos. Adora idéias originais e sempre deseja tentar novas formas de vida, sentindo-se talvez compelido a transpor limitações e a destacar-se em meio à multidão. Acredita no individualismo, desde que seja o seu. Pode ser intolerante com as idéias dos outros, a despeito de acreditar na liberdade de expressão e pensamento, e pode não perceber as contradições em seu próprio comportamento. Preocupado com questões sociais e políticas.
Pode ser um pensador brilhante e original, contestador, percebe situações com perspicácia; sua mente pode ser um raio laser que consegue incomodar e constranger as outras pessoas, pois esquadrinha a vida assumindo uma posição estratégica de distância e indiferença. Pode ser desconectado de seus sentimentos e ter desilusões porque a vida não segue de acordo com seus ideais.
Você pode achar que tudo pode ser mudado, que não há nada sagrado, e as tradições podem ser meramente encaradas como restrições que devem ser dispensadas. Pode se rebelar contra restrições externas, e mostrar-se resistente a mudanças internas mais profundas. A introversão pode ser difícil, uma vez que está em busca de coisas novas e diferentes. Com frequência encontra-se em apuros e corajosamente tenta novas opções, mesmo diante do ridículo ou a despeito da falta de qualquer apoio. Mas pode ter dificuldade em admitir o próprio erro, além disso, pode ser frágil e inflexível, incapaz de mudar de curso e remar a favor da correnteza. Só vai conseguir ser criativo quando encontrar e aceitar seus próprios critérios internos de limitação e disciplina.
Pode haver dificuldade com a autoridade, por incapacidade de aceitar uma autoridade acima de sua escolha pessoal. Seja essa autoridade superior representada pela policia, pelos pais, por Deus, ou inclusive, pelas exigências de seu próprio crescimento psicológico. É preciso aprender a distinguir entre uma atitude de desafio criativo e benéfico, e um senso obstinado e indiscriminado de rebeldia, que talvez tenha subsistido desde a adolescência.
Pode demorar a estabelecer uma relação viável com as limitações da vida, tentando evitar o mais possível submeter-se a qualquer tipo de autoridade. Pode demorar a admitir seu desejo de liberdade e individualidade. Se isso acontecer, pode ser que tarde na vida desfaça casamento, abandone filhos, inicie novos casos amorosos e opte por nova carreira. Pode ter uma conduta totalmente imoderada e chegar a extremos, tentando transpor os limites previamente estabelecidos; a súbita ocorrência de alguma doença pode agir como freio para brecar esse processo descontrolado.
Pode ser que julgue que só se pode conquistar a liberdade rejeitando ou derrubando as estruturas externas, e considere a falta de liberdade individual como problema social. Talvez esteja mais do que inclinado a buscar uma estrutura alternativa de idéias políticas, sociais ou esotéricas, na qual possa encontrar seu verdadeiro lar. Não percebe que ao se livrar da velha ordem, seu verdadeiro self também estará aprisionado pelas novas regras e restrições que adotará.
Você é muito sensível a idéias coletivas, precisa se desfazer de preconceitos que desumanizam, prejudicando especialmente seus relacionamentos. Examine criteriosamente as atitudes e os sistemas de crenças, sejam eles religiosos, sociais ou políticos, que formaram o seu ambiente mental. Só então será mentalmente livre.
Você tem a capacidade de dar vida ao novo sem rejeitar indiscriminadamente o velho, bom como um forte senso intuitivo, uma capacidade de desapegar-se compassivamente de idéias e situações emocionalmente carregadas e uma profunda compreensão do processo de reflexão criativa.
Corajoso, impelido para o conhecimento da Verdade, seja ela qual for, não se detém frente aos obstáculos. Só se sente vivo quando agindo nas transformações, no crescimento próprio ou comunitário. Sente apatia nos momentos de atividades rotineiras. Se não tem uma atividade com a qual se identifica, passa a mudar de atividade constantemente, buscando seu lugar na vida.
Cuide para que essa busca constante de novos estímulos não o leve para as drogas, pois sua estrutura energética não suportaria e acabaria morrendo muito cedo. Procure aprender técnicas de meditação e projeção de consciência onde poderá chegar aos mesmos resultados sem os riscos químicos. Procure alimentar-se adequadamente, ter uma vida equilibrada e dentro de normas básicas de higiene, pois é bem sensível às infecções por ter um sistema imunológico frágil. Uma vida mais natural ajudará a melhorar seu físico.

QUÍRON-NETUNO
Pode haver fácil acesso ao mundo dos sonhos, da imaginação e da fantasia. O que pensa, sente ou deseja é tão real e tangível quanto qualquer outra coisa e pode personificar-se de modo dramático em sua imaginação, quando a realidade mundana intervém e mostra que sua imaginação não é magicamente onipotente e não corresponde àquilo que existe “lá fora” e que seus desejos não estão necessariamente fadados a cumprir-se apenas porque aspira com toda a força à sua realização, pode ser muito difícil aceitar essa evidência.
Os limites e as restrições que impedem a fusão do imaginário com a realidade podem levá-lo a assumir o papel de vítima ou podem torna-lo irritado, deprimido e confuso. A ocorrência de colapso e a sensação de incapacidade de lutar e vencer constituem uma resposta comum a seus conflitos interpessoais.
Quase sempre idealiza ou desvaloriza os outros e a si próprio, recorrendo à defesa histérica de desempenhar o papel da vítima e do “pobre coitado” se perceber qualquer confrontação iminente; pode fazer valer seus direitos através de exibições de emoção, vulnerabilidade ou fraqueza física em momentos oportunos, mas evita situações constrangedoras. Por outro lado, pode ser enganado e tende a ser presa fácil de pessoas que tencionam enganá-lo ou explorá-lo, e você pode só perceber tarde demais.
Periodicamente, pode sofrer ondas de emoção e sentir seu senso de solidez sendo arrastado pela corrente; nestas ocasiões, sente-se despojado de seu senso de identidade individual conquistado com dificuldade, bom como de sua capacidade de enfrentar o mundo. Sua necessidade de se sentir ligado ao Todo, a necessidade de transcender a seu Ego, pode levá-lo a beber demais, à confusão, à autodestruição, à falta de responsabilidade nos negócios mundanos, etc.
A discriminação entre a realidade e a fantasia quase sempre requer longo tempo para desenvolver-se, e seus anseios espirituais são geralmente contaminados pelo desejo de regressar a um estado indiferenciado de bem-aventurança e evitar as responsabilidade do adulto. Você pode encontrar equilíbrio usando adequadamente estas características em um trabalho que use a imaginação e a fantasia como o cinema, TV ou teatro, pintar ou escrever, nas técnicas de cura e no ensino.
Você absorve o humor e os sentimentos do ambiente sem percebê-lo e rapidamente torna-se melancólico na presença de alguém que esteja mergulhado em sua própria tristeza. O mesmo pode acontecer com a emoção coletiva. Você pode exprimir de modo criativo aquilo que não é expresso e que ainda não é percebido por outras pessoas, sem contudo sofrer uma desintegração do ego nesse processo. Assim, pode ajudar outra pessoa a readquirir seu senso de conexão consigo mesma e com a vida, mantendo-se isolado do outro.
Você pode ter atração pelo oculto, pelo uso de drogas e por técnicas de expansão da consciência, envolvendo êxtase e perda dos limites. Esses caminhos são repletos de perigos e podem enfraquecer ainda mais um ego de estrutura fluida como o seu. Embora você acredite que usa droga por razões sacramentais ou de exploração de si mesmo, há também um elemento de escapismo, bem como um desejo de viver permanentemente nessas esferas, a fim de evitar o sofrimento da separação infligido pelos sentidos: seu credo pessoal pode ser “ligar-se, sintonizar-se, evadir-se”. A unidade cósmica pode ser vivida junto com uma vida individual, não é preciso sacrificar nenhuma delas. Há caminhos para isso mais compensadores e menos arriscados que as drogas.
Você pode ser carismático, ter uma aura de aceitação amorosa, o que atrai as pessoas necessitadas ou que estão sofrendo. Cuide para esse carisma não degenerar em excesso de poder, de engano mútuo, vampirismo psíquico e exploração, em que uma das pessoas desempenha o papel de salvador, enquanto a outra transforma-se naquela que eternamente irá sofrer e necessitar de redenção. Poderá ser necessário conter e refrear o intenso desejo de redimir, de inspirar simpatia, de curar e proporcionar alivio, se você quiser respeitar suas mais profundas necessidades, bem como a dos outros. Como diz Martin Luther King: “Todos os homens estão presos numa rede inevitável de mutualidade, atados num único fio do destino. Tudo aquilo que afeta diretamente um deles afeta a todos indiretamente. Nunca poderei ser aquilo que devo ser enquanto o outro não foi aquilo que deve ser, e ele nunca poderá ser o que deve ser enquanto eu não for aquilo que devo ser.”

Deve compreender que a energia divina que sente possuir não é sua, você é simplesmente um reservatório e cabe a você distribuí-la entre os que convivem ao seu redor ou mais além, só então sentirá sua vida fluir, pois se tornará um ser vivificador e poderá ver desbloqueado seu canal produtivo. Só conseguimos crescer quando o grupo todo cresce, pois vivemos ligados uns aos outros por redes de energia Cósmica da qual somos interdependentes. Se um de nós bloqueia a energia, o grupo todo tende a estagnar.
Tem facilidade em fazer com que as pessoas sonhem, imaginem. Atividades onde essa característica é necessária são produtivas para você. Como criador de histórias, narrador, etc.

QUÍRON-PLUTAO
Durante sua vida você enfrentará seus próprios demônios através de sua sexualidade, uso ou abuso do poder, capacidade de destruição pessoal e coletiva, emotividade profunda e complexa, experiências transformadoras e capacidade de auto-regeneração.
Se você for capaz de canalizar o potencial destrutivo desse aspecto e transformá-lo em aliado, adquirirá a capacidade de canalizar um poderoso dom de cura, terá um conhecimento consciente das esferas de experiência além da morte física e desenvolverá uma profunda compreensão instintiva acerca das leis de vida e morte, destruição e regeneração. Enquanto se recusar a reconhecer essas leis, tomando nas mãos esse poder de vida e de morte, desencadeará seu poder de destruição.
Se você enfrentar situações potencialmente destrutivas em sua profissão, procure descobrir como está projetando no trabalho seus próprios sentimentos inconscientes de inveja, raiva, ciúmes e cobiça, o que provavelmente está sendo expresso através de egomania, egocentrismo e narcisismo.
Você tem dificuldade de enxergar o lado escuro e oculto da vida, possui um ponto cego nessa área, e é incapaz de detectar o poder de destruição existente em si próprio e nos outros, ou de lidar com esse poder. Pode superestimar o poder dos outros e ser afetado por inveja ou agressão inconsciente que lhe é dirigida ou que eles mesmos sentem.
Você pode ser tenso ou emocionalmente reativo sem saber por quê; a principio, desconfia de sua intuição a respeito das pessoas, atribuindo-lhes todo o bem e a si mesmos todo o mal, ou vice-versa. Com o tempo vai perceber que sua intuição é correta e aprende a confiar nela, pois aprende a entrar em contato com seus instintos profundos e aprende a confiar neles. Pode desenvolver um senso sobrenatural de autopreservação, pode perceber qualquer distúrbio, e ter facilidade de evitar desastres, bem como a capacidade de reagir instintivamente e de modo criativo ao perigo.
Você pode sentir uma irresistível atração por situações que prometem perigo, excitação, poder sexual e maquinações financeiras e emocionais. Aprecia secretamente o fogo das experiências intensas, testando sua capacidade de elevar-se, como a fênix, das catástrofes. Como a mariposa é atraída para luz, você é atraído para situações difíceis, mas pode entender a destrutividade desse hábito, resistir a ele e abandoná-lo. Ao invés de devastar sua vida, é preciso renunciar a esse tipo de conduta, a fim de que possa se transformar, matando sua antiga maneira de ser e sua atitude imatura ou crença de que “isso nunca acontecerá comigo”. Com a maturidade, você pode sentir a paz e a confiança que surge após ter enfrentado muita dor emocional.
Você pode enfrentar dificuldades em seus relacionamentos íntimos, os quais degeneram em lutas pelo poder, se um dos parceiros revelar uma excessiva vulnerabilidade emocional. Você pode dissimular seus verdadeiros sentimentos e pode tornar-se sexualmente promíscuo a fim de garantir sua independência emocional, e portanto, seu controle. Através dessa conduta pode estar procurando inconscientemente curar seus sofrimentos profundos em sua primeira relação com a mãe.
Pode ser impelido implacavelmente, sempre acompanhado de um sentimento de frustração e tornando-se progressivamente mais irritado, até que ocorra talvez uma grave crise, forçando-o a interiorizar esse processo, quando então poderá receber a necessária cura vinda de seu próprio inconsciente.
Você se caracteriza pela profundidade de suas emoções e agudeza de seus insights. Na medida em que for percebendo seus próprios sofrimentos emocionais, será capaz de demonstrar grande dedicação em seus relacionamentos; nada o abalará, porque compreenderá e aceitará o pior tanto no parceira como em si próprio. É preciso aceitar o que está em nível mais profundo. Sua reserva emocional encobre o medo de sua própria raiva e poder de destruição não expressos ou imaginados.
Você pode torturar-se com sentimentos de responsabilidade pela negatividade dos outros, sobre a qual não tem nenhum controle, e sentir sua vontade pessoal paralisada por esses medos. Esse comportamento provavelmente é resultado de sua mãe não ter sido capaz de refreá-lo na infância de modo positivo, daí você ter concluído a nível profundo, inconsciente, que foi castigado por ser uma pessoa má, e tende agora a ser um agressor, copiando o comportamento da mãe. Essa “maldade” na idade adulta deve ser mantida oculta, provocando dificuldade em trazer qualquer coisa à tona, em expressar-se ou em ser criativo, uma vez que tudo aquilo que se encontra dentro de você é interpretado como essencialmente mau.
Independente da criação que teve, você acredita realmente ter caído em desgraça, e até mesmo o pecado original pode perturbá-lo realmente.
Você pode ter passado a juventude exercendo uma onipotência que não encontrou qualquer barreira, seguindo seu próprio caminho, indiferente a tudo e “cantando de galo” com insultos e violência. Posteriormente, pode sentir uma enorme premência para transformar sua vida. Se a ânsia de mudar e regenerar as pessoas e as situações for compulsiva, poderá causar aflição, sentimento de culpa e desastre emocional.
As questões relativas ao poder devem ser colocadas numa perspectiva adequada, visto que, se forem reprimidas, darão ensejo a situações autodestrutivas, a relacionamentos negativos e, inclusive, a idéias suicidas. Você pode ser dominado e explorado por poderosos indivíduos, e portanto, precisa lutar para libertar-se, aprendendo a conhecer, através da própria experiência, a natureza do poder, bem como seu uso e abuso. As experiências de impotência, desamparo e extrema vulnerabilidade são, todas elas, bem conhecidas suas, mas com o tempo aprende a seguir o curso da vida e sente que faz parte dela esteja “vivo” ou “morto”.
Você pode ter herdado do lado materno da família: doenças mentais ou físicas, padrões psicológicos difíceis ou questões familiares envolvendo poder e riqueza. Você provavelmente tem que lidar com uma poderosa herança, seja positiva ou negativa. Sem saber, pode ser impelido a realizar os anseios da mãe, e por vezes, de seus antepassados, bem como a proporcionar-lhes uma cura, talvez ao manifestar o potencial não vivenciado ou ao seguir inconscientemente sua história de vida. Se você prometeu ser diferente de sua família, cuidado, porque você pode estar repetindo o padrão de forma disfarçada. Tente usar bem o que aprendeu ao observar o padrão de vida familiar que você condena. É preciso se reconciliar com a herança familiar; mesmo que os relacionamentos atuais sejam irrecuperáveis, ainda poderá trabalhar com as imagens internas representadas no seio da família, porque permanecem vivas dentro de você.
Você precisa aprender a lidar com a morte, deixar de fugir desse tema. Esse comportamento só vai fazer com que seja inexperiente, sofrendo mais caso precise enfrentar situações de perda, todos perdemos alguém em determinada hora da vida e se estivermos amadurecidos, esses momentos se tornam mais fáceis ou no mínimo aceitáveis. Precisa aprender que a morte como nos é mostrada, não existe. As pessoas apenas mudam de dimensão, mas continuam existindo para sempre em outros planos de vida, para onde iremos e nos encontraremos em oportunidades futuras. Busque por conhecimentos sobre esse tema, leia, medite sobre isso e esse medo desaparecerá e poderá ter uma vida presente mais livre de temores infundados.
Você tem um poder magnético sobre as pessoas, e muitas vezes você consegue trazer à tona os problemas internos dessas pessoas para que possam ser solucionados. Atividades como médico, psicólogo, terapeutas corporais, instrutor, pesquisador são bastante produtivas para você.
Você tem uma grande contribuição a dar ao coletivo.

Se tamanho fosse relevante, o átomo não faria os estragos que faz...
em astrologia não se considera tamanhos ou distâncias como potência ou fraqueza... se assim fosse, já imaginou se plutão, tão pequeno, estivesse no lugar da lua?
Temos que aceitar nossa incapacidade para entender certas coisas, estamos ainda observando e concluindo, ninguém sabe como os astros determinam/agem/influenciam ou seja lá que nome tenha, as pessoas segundo as posições que ocupam por signo/casa/aspecto, mas as estatísticas nos mostram que isso ocorre sim... da mesma forma que sem ar morremos, se ficarmos ao sol morremos e a luz e o ar, quase imateriais aos nossos sentidos mas que influenciam nossas vidas de forma fundamental.
Já se sabe que partículas do sol bombardeiam a terra diariamente e essas partículas nos atravessam e entram até 12 km na crosta terrestre... COMO!!! mas é verdade isso... provado... sabemos muito pouco de tudo, a ciência é muito jovem se comparada a idade do homo sapiens, temos que aceitar essa nossa ignorância e continuar pesquisando, comparando, analisando tudo... e não dizer que isso ou aquilo é assim e fim de conversa...
Olho analítico, crítico e principalmente sem preconceito... quem pesquisa tem que ter mente aberta para tudo, até para o que ainda não acredita.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Seguidores