Quiron em Sagitário

A busca pelo significado da vida sagitariana é mostrada em toda a sua solidão quando Quiron faz seu altar aqui. Geralmente o ambiente religioso ou filosófico em que se cresce é muito distante da profunda devoção interna por algo maior que a consciência. As incoerências entre o que as pessoas pregam e a maneira como agem também vai criando a ferida de Quiron em Sagitário, e a pessoa se sente como que “ferida por Deus”. Não vai adiantar tentar divinizar algo externo - seja um deus, uma crença, um lugar, uma coisa ou uma filosofia -, pois isso só fará com que a ferida seja aprofundada. Não há como fazer barganhas com Deus quando precisamos passar por Quiron para chegar a Ele. Os aspectos limitadores e doloridos de nossa existência humana precisam ser incorporados à busca pelo significado da vida, se conscientizando de todos os preconceitos e sofrimentos que foram impostos ao Ser Humano em nome de Deus, todas as ameaças à vida que foram construídas pelos dogmas religiosos, toda a sombra humana que foi projetada no divino. A ferida que o Homem fez a Deus precisa ser reconhecida e sentida por Quiron em Sagitário para que, na compaixão por Deus nasça a compaixão por si e por toda a Humanidade, e se consiga alívio da dor.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Seguidores